Mesa 1:
Moral e Teoria Social

Luís Roberto Cardoso de Oliveira
UnB

Professor titular livre do Departamento de Antropologia (DAN) da Universidade de Brasília (UnB), assim como do Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD) da mesma universidade. É subcoordenador do Instituto de Estudos Comparados em Administração de Conflitos (INCT-Ineac), sediado na UFF. Tem experiência de pesquisa no Brasil, nos EUA, no Canadá/Quebec e na França, com ênfase nos seguintes temas: direitos, cidadania, democracia, políticas de reconhecimento e conflito. Entre outros livros e artigos, é autor de Direito legal e insulto moral: Dilemas da cidadania no Brasil, Quebec e EUA (2002) e Desvendando evidências simbólicas: Compreensão e conteúdo emancipatório da antropologia (2018).

Alexandre Werneck
UFRJ

Professor do Departamento de Sociologia (DS) e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenador efetivo de pesquisas do Núcleo de Estudos da Cidadania, Conflito e Violência Urbana (Necvu) da UFRJ. Desenvolve pesquisa nas áreas de sociologia da moral e sociologia dos conflitos. É autor de A desculpa: As circunstâncias e a moral das relações sociais (2012) e coorganizador de Pensando bem: Estudos de sociologia e antropologia da moral (2014), entre outros livros e artigos, e também tradutor de inglês e francês. Entre suas traduções, está A justificação: Sobre as economias da grandeza, de Luc Boltanski e Laurent Thévenot, a ser publicado no Brasil em 2020.

Patrice Schuch
UFRGS

Professora do Departamento de Antropologia, do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGAS) e do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas (PPGPP) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Desenvolve pesquisas nas áreas da antropologia do direito, infância e juventude, estado e políticas públicas, direitos humanos e ética em pesquisa antropológica. Entre outros livros e artigos, é autora de Práticas de Justiça: Antropologia dos modos de governo da infância e juventude no contexto pós-ECA (2009) e coorganizadora de Direitos e ajuda humanitária: Perspectivas sobre gênero, família e saúde (2010) e Ética e regulamentação na pesquisa antropológica: Experiências, dilemas e desafios do fazer etnográfico contemporâneo (2010). 

Frédéric Vandenberghe
UFRJ

Professor do Departamento de Sociologia (DS) e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA) do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenador do Sociofilo: (Co)Laboratório de Teoria Social (IFCS/UFRJ). Sua produção intelectual privilegia os seguintes temas: realismo crítico, hermenêutica e fenomenologia, globalização, microssociologia e teoria da ação, dádiva, intersubjetividade e crise existencial. Entre outros livros e artigos, é autor de Pós-humanismo ou A lógica cultural do neocapitalismo global (2017) e coorganizador de Des sciences sociales à la science sociale: Sur des fondements non utilitaristes (2018).

NECVUWeb1.gif

UFRJ

Largo São Francisco de Paula, 1, sala 109, parte

Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20051-070

Tel: 21-3852-1754, e-mail: necvu.ifcs.ufrj@gmail.com